Informações importantes para contratar e usar bem seu plano de saúde

Direitos e deveres

Como em todo contrato de prestação de serviços, existem direitos e deveres a serem observados pelo beneficiário do plano de saúde. Para saber quais são seus direitos e deveres relacionados às coberturas, às carências, à rede contratada, às formas de reajuste e muito mais, leia seu contrato com atenção.

direitos

  • Ser tratado com dignidade, ética e respeito;
  • Ser auxiliado por um médico no preenchimento de sua declaração de saúde, quando admitido no plano;
  • Receber o Cartão de Identificação do plano de saúde;
  • Ter acesso aos serviços de saúde contratados e à relação atualizada da rede credenciada;
  • Ter acesso a informações claras sobre seu plano de saúde, por intermédio do corretor, do RH de sua empresa, do contrato e dos diversos canais de atendimento da operadora;
  • Ter a garantia de que as informações sobre a sua condição de saúde serão mantidas em sigilo;
  • Receber o reembolso de atendimentos prestados fora da rede de serviços da operadora nos limites estabelecidos no contrato, quando tiver direito;
  • Ter prioridade no atendimento para os casos de urgência ou emergência, assim como às pessoas com mais de sessenta e cinco anos de idade, as gestantes, lactantes, lactentes e crianças até cinco anos de idade.
  • Ter direito à acompanhante, caso fique internado, se for menor de 18 anos, com idade igual ou superior a 60 anos. Portadores de necessidades especiais também têm esse direito, se o médico assistente recomendar.
  • Não ser discriminado no agendamento ou realização de serviços na rede credenciada, por ser beneficiário de plano de saúde.

deveres

  • Fazer uso consciente do seu plano de saúde;
  • Não emprestar o Cartão de Identificação para o atendimento a outras pessoas, o que é considerado fraude, e poderá acarretar o cancelamento do contrato;
  • Ser responsável, colaborar e seguir as orientações do profissional de saúde para o êxito do tratamento prescrito;
  • Fornecer informações corretas sobre seu estado de saúde e/ou de seus dependentes à operadora de planos de saúde. Essas informações devem ser tratadas de forma confidencial preservando o sigilo profissional;
  • Apresentar recibos originais e outros documentos necessários para reembolso das despesas realizadas com a assistência à saúde;
  • Manter o pagamento das mensalidades do plano de saúde em dia, garantindo a cobertura contratada, evitando a suspensão do atendimento e consequente cancelamento do serviço;
  • Comunicar à operadora as situações que possam indicar fraude ou desperdício ao plano, bem como qualquer intercorrências que comprometam a qualidade do atendimento;
  • Tratar os profissionais que o atendem com ética, dignidade e respeito.