Entenda o setor

Mutualismo e saúde suplementar

O mutualismo na saúde suplementar tem como princípio a solidariedade entre pessoas diferentes mas que têm um interesse em comum. No caso da saúde suplementar, para viabilizar o acesso aos serviços, os interessados se associam em uma carteira de beneficiários, contribuindo para um fundo comum, administrado pelas operadoras de planos de saúde.

A dinâmica é simples: os valores das mensalidades que você e outras pessoas, ou as empresas contratantes pagam como mensalidade a um plano de saúde são geridos pelas operadoras de planos de saúde, que têm o papel de administrar esse fundo comum. Nele estão investidas as contribuições de todos os consumidores que compõem a carteira de forma a garantir o acesso dos beneficiários aos serviços de saúde contratados.

Cada beneficiário do plano usa os serviços contratados de formas distintas, de acordo com a sua condição de saúde. Uma pessoa pode demandar muito mais serviços que outras. Existem beneficiários que passam meses sem usar qualquer tipo de serviço.

Administrando estes recursos com o conhecimento especializado, a operadora arca com o pagamento dos procedimentos médicos, odontológicos, hospitalares e ambulatoriais que você e outros beneficiários de um mesmo plano de saúde utilizaram. Assim, remunera toda a cadeia de médicos, dentistas, hospitais, clínicas e laboratórios credenciados que efetivaram o atendimento.

Compartilhar

Conteúdo relacionado

Como é calculado o preço dos planos de saúde

Como é calculado o preço dos planos de saúde?

Doenças e lesões preexistentes: por que é importante declarar?

Doença ou Lesão Preexistente: por que é importante declarar?

Sr. Dinheiro Explica o Reajuste dos Planos de Saúde

4 Razões que Explicam o Reajuste dos Planos de Saúde

Vídeos

Cuide dos números sem descuidar da sua saúde

2º Fórum da Saúde Suplementar

Ligados no Plano: Teaser

Notícias / Artigos

Judicialização da saúde: causas, consequências e soluções

17 de junho de 2019

Segundo o Ministério da Saúde, gastos com demandas judiciais somaram mais de R$5 bilhões, em um período de oito anos.

+ Saiba mais

VOCÊ CONHECE O ROL DE PROCEDIMENTOS DA ANS?

10 de junho de 2019

Você conhece o Rol de Procedimentos da ANS? Acesse o artigo da semana e confira!

+ Saiba mais

Todos juntos para prevenir dengue, zika e chikungunya

5 de junho de 2019

Confira o artigo e saiba como se proteger!

+ Saiba mais