Informações importantes para contratar e usar bem seu plano de saúde

Artigos

Saúde não Tem Preço, mas Medicina tem Custo

O trocadilho chama a atenção para a questão que envolve milhões de brasileiros: preservar a saúde tem custo alto. E a discussão é mais que oportuna quando se fala de planos de saúde populares e de reajuste das mensalidades, um dos temas que mais preocupam o consumidor. Isso no momento em que também se discutem alterações na lei, propondo-se que o indicador máximo de correção seja o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). É tema crucial, e a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) — entidade representativa de operadoras de planos e seguros de saúde — quer mobilizar toda...

Leia mais

Saúde em Tempos Díspares

As discussões para a melhoria da saúde no Brasil não podem resvalar no equívoco de considerar a Saúde Suplementar como uma opositora do Sistema Público de Saúde. São duas esferas com papéis e públicos distintos, mas que se fortalecem ao trabalhar de forma colaborativa e transparente. Uma parte não se opõe a outra. Na tentativa de pensar novos caminhos e soluções para os problemas que incidem sobre o setor de saúde, há uma neblina que tenta confundir o público e o privado, o Estado e as empresas. E pior: um perigoso reducionismo das diferentes características de cada ator do sistema...

Leia mais

A Ilusão Do Controle De Preços

A contenção das tarifas de energia resultou, entre outras coisas, na descapitalização das empresas do setor e, agora, nas acentuadas altas de preços, para desespero dos consumidores Erros servem para ensinar, não para serem perpetuados. Mas, em economia, essa lição parece não ter sido aprendida por alguns, como as correntes que ainda defendem o controle de preços para conter a inflação — fórmula ineficaz, explicam, incansavelmente, especialistas. A pauta da vez são as mensalidades dos planos de saúde coletivos. O incoerente é que, em vez de se debruçar sobre as razões da alta dos custos médicos e formas de frear,...

Leia mais

As Mudanças que a Saúde Suplementar precisa após 16 Anos

A Saúde Suplementar no Brasil passa por momento complexo. Desafios impostos ao longo de 16 anos - desde que adotadas as exigências para ampla regulação das operadoras de planos e seguros de saúde - afunilam-se em um estreito de questões estruturais que requerem equacionamento urgente. É preciso ajustes em toda a cadeia produtiva da saúde, sistema sui generis, no qual os valores dos serviços prestados são agregados a cada etapa, embora sem solidariedade formal entre os agentes constituintes. Tal arquitetura econômica provoca mudanças frequentes de preços relativos e de poder de mercado. Espera-se, portanto, o despertar também das autoridades, que...

Leia mais