Novidades do setor » Artigos

20/03 – Dia Mundial da Saúde Bucal

Hoje é o dia mundial da saúde bucal. Cuidar da boca é mais do que somente escovar os dentes, é cuidar da saúde!

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde bucal faz parte da saúde geral do indivíduo, e consiste em muito mais do que ter dentes saudáveis, pois engloba além das estruturas e tecidos dentários, os da boca, da face e do crânio, essencial para o bem-estar.

Você sabia que problemas bucais influenciam nosso dia a dia? A OMS destaca o impacto psicossocial da saúde bucal, pois ela nos permite falar, sorrir, beijar, tocar, cheirar, provar, mastigar, engolir, e gritar, além de nos oferecer proteção contra infecções e fatores do ambiente.

Quando alguma destas funções não está bem, experimentamos uma redução na qualidade de vida. As doenças bucais restringem as atividades na escola, no trabalho e em casa, causando afastamentos a cada ano em todo o mundo.

Estudos e evidências comprovam a relação direta entre saúde oral e saúde geral. Pacientes com diabetes têm chances 2,5 vezes maior de desenvolver doença periodontal (complicação oral mais recorrente do diabetes, sendo considerada sua sexta complicação clássica¹ ²); manifestações orais do sarampo – chamadas de “manchas de Koplik” podem ser visualizadas precocemente em mucosas da boca (bochecha) e algumas doenças como leucemia também têm manifestações orais, como hiperplasia gengival e sangramentos.

Como evitar problemas bucais?

A saúde bucal deve estar em dia através de cuidados e consultas periódicas com o seu dentista, evitando ou tratando problemas comuns como: cáries e doenças periodontais (que são mundialmente relevantes), mau hálito, sangramento, dores e abcessos, que podem levar à baixa autoestima e problemas sociais.

Um exame oral completo pode detectar sinais de deficiências nutricionais, infecções, distúrbios imunológicos, lesões e câncer bucal. Quanto mais cedo houver o diagnóstico, mais favorável será o resultado.

Algumas atitudes são muito importantes para ajudar você com seus cuidados bucais: não fumar, higienizar corretamente a boca com utilização de escova de dente, creme dental e fio dental após as refeições e manter uma alimentação saudável, sem exageros nos açúcares.

Bom desempenho no segmento de planos odontológicos supera expectativas

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), edição de 2013, mostrou algumas informações relevantes: o percentual de mulheres que usavam escova de dente, pasta de dente e fio dental foi maior (57,1%) que o percentual de os homens (48,4%), essa proporção diminuiu com o aumento da idade e o percentual foi maior na população com maior nível de instrução.

Ainda segundo a PNS 2013, o atendimento odontológico no Brasil, ocorreu principalmente em consultório particular ou clínica privada, totalizando 74,3% dos atendimentos. As unidades básicas de saúde foram responsáveis por 19,6% dos atendimentos.

Muita coisa ainda precisa melhorar na saúde bucal do país, mas a excelente notícia é que as contratações de planos odontológicos tiveram, em 2018, a maior alta dos últimos cinco anos e as pessoas com mais de 59 anos foram as que mais contrataram planos odontológicos no período, totalizando 1,8 milhão de novos usuários e crescimento de 16,2% no período.

Manter este crescimento, promover campanhas de prevenção de doenças e promoção de saúde e conscientizar a população são caminhos para uma boa saúde bucal!

Continue acompanhando as dicas do Plano de Saúde: O que Saber e não se esqueça de compartilhar este artigo com seus amigos nas redes sociais!

Referências:

¹ ² Grossi SG, Genco RJ. Periodontal disease and diabetes mellitus: a two-way relationship. Ann Periodontol 1998; 3:51-6. Brandão DF, Silvia APG, Penteado, LAM. Relação bidirecional entre a doença periodontal e a diabetes Mellitus. Odontol. Clín.-Cient., Recife, 10 (2) 117-120, abr./jun., 2011

 

Compartilhar

Vídeos

Judicialização

Ligados no Plano: Teaser

2º Fórum da Saúde Suplementar

Notícias / Artigos

Judicialização da saúde: causas, consequências e soluções

17 de junho de 2019

Segundo o Ministério da Saúde, gastos com demandas judiciais somaram mais de R$5 bilhões, em um período de oito anos.

+ Saiba mais

VOCÊ CONHECE O ROL DE PROCEDIMENTOS DA ANS?

10 de junho de 2019

Você conhece o Rol de Procedimentos da ANS? Acesse o artigo da semana e confira!

+ Saiba mais

Todos juntos para prevenir dengue, zika e chikungunya

5 de junho de 2019

Confira o artigo e saiba como se proteger!

+ Saiba mais