Novidades do setor » Artigos

Dia Mundial da Saúde: você se cuida?

Dia mundial da Saúde

Se a reposta for “não”, é hora de rever hábitos e experimentar as mudanças

Você tem cuidado bem da sua saúde? Engana-se quem acha que tal atitude se resume à decisão de ir ao médico após detectar sintoma de uma possível doença ou apenas fazer consultas de rotina. É preciso agir preventivamente e criar defesas antes que um mal se instale. Celebrado por quase 200 países membros da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Dia Mundial da Saúde, comemorado sempre aos 7 de abril, é fundamental para nos lembrar da necessidade de adotar bons hábitos. No mundo inteiro, governos e instituições se mobilizam para promover ações com o objetivo de combater as grandes epidemias, mas também para conscientizar sobre o comportamento preventivo.

O Dia Mundial da Saúde foi criada em 1948, pela OMS, fundamentada no direito do cidadão à saúde e na obrigação do Estado em promovê-la e assegurá-la. Mas cada um deve fazer sua parte, diariamente. É de conhecimento geral que algumas decisões podem evitar doenças – por exemplo, reduzir consideravelmente o consumo de bebidas alcoólicas, não fumar, não tomar medicamentos por conta própria, praticar exercícios físicos regularmente e evitar o estresse. Aliás, lazer, leitura, reservar tempo à família e aos amigos e até um pouco de ócio fazem parte da receita de bem-estar.

Tema que ganhou mais espaço há apenas alguns anos, a boa alimentação é fundamental e pode, segundo especialistas, afastar o risco de algumas doenças. Alimentos gordurosos, sal e açúcar são vilões – o controle do consumo desses itens é uma medida de amor à própria saúde. Mas a falta de nutrientes também pode comprometer o bom funcionamento do organismo. Por isso, é importante comer verduras, legumes, frutas, carne magra e até os carboidratos, que produzem energia – com equilíbrio. Deficiências mais severas, bem como a intolerância a alguns alimentos, são detectadas por exames.

Saúde Suplementar: operadoras defendem bons hábitos de saúde

Desde 2015, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) investe em ações que estimulam a adoção aos programas para a Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças (Promoprev). Em 2011, a Agência publicou normativo que dispõe sobre os conceitos dos programas e as formas de aplicação no âmbito da Saúde Suplementar.

Os programas têm ações destinadas à reeducação alimentar, prevenção da hipertensão e do diabetes, saúde da mulher e orientação a gestantes. A iniciativa é voltada ainda ao combate a males como tabagismo, inatividade física e obesidade. Mas é preciso engajamento das pessoas – beneficiários de planos – para que essas propostas alcancem resultados. Prevenção e bons hábitos produzem resultados, basta haver disposição para adotar uma rotina mais saudável. Os primeiros sinais de melhora no condicionamento aparecem rapidamente. Experimente.

Fontes:

Organização Mundial de Saúde (OMS)

Ministério da Saúde (MS)

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)

Compartilhar

Vídeos

Ligados no Plano: Teaser

Cuide dos números sem descuidar da sua saúde

Pesquisa Longevidade: Idosos e Plano de Saúde – Conheça a História de Dona Malba

Notícias / Artigos

Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai até o dia 31 de maio

20 de maio de 2019

A vacina produzida para a campanha de 2019 teve mudança em duas das três cepas que a compõem, e protege

+ Saiba mais

Mecanismos de regulação em Saúde Suplementar: um guia completo

13 de maio de 2019

Os planos e seguros saúde podem utilizar dois tipos de mecanismos de regulação: os assistenciais e os financeiros. Acesse o

+ Saiba mais

Modelo de Atenção Primária à Saúde agrada à maioria dos beneficiários da Bradesco Saúde.

6 de maio de 2019

Operadora privilegia o atendimento primário, personalizado e resolutivo.

+ Saiba mais