Novidades do setor » Artigos

O que você precisa saber sobre operadoras de planos de saúde

Homem mede pressão: Cuidado e atenção à saúde

Você sabia que há cinco tipos de operadoras de planos de saúde? Se sua reposta for não, esse texto é para você. Sabia que as empresas que trabalham com planos de saúde são autorizadas pela ANS e chamadas de operadoras de plano de assistência à saúde.

Essas operadoras:

  1. Comercializam os produtos (ou planos);
  2. Recolhem o pagamento das mensalidades;
  3. Organizam o sistema e pagam os prestadores de serviço;
  4. Fornecem informações necessárias;
  5. Disponibilizam Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) e Ouvidorias.

Conheça os tipos de operadoras de planos de saúde

A primeira que você precisa conhecer é a Seguradora especializada em saúde. Nela não há uma rede própria, mas sim, uma rede referenciada de serviços. Ou seja, ela paga diretamente os fornecedores desta rede em nome dos clientes.

Você, cliente, é livre para escolher instituições ou profissionais de saúde fora dessa rede referenciada da seguradora. Para o reembolso das despesas (conforme estabelecido no contrato), você só precisa entregar todos os documentos que forem solicitados.

A segunda é chamada de medicina de grupo e odontologia de grupo. Elas podem comercializar planos de saúde para pessoas físicas ou jurídicas, sendo em sua maioria de pessoas jurídicas. Tanto a medicina quanto a odontologia de grupo possuem uma rede própria com profissionais, hospitais, laboratórios e clínicas.

A terceira é a cooperativa médica e odontológica, uma associação de pelo menos 20 pessoas, de forma voluntária, unindo-se em coletividade e comum interesse. Ela pode oferecer planos de saúde para pessoas físicas e jurídicas, constituir rede de serviços próprios ou contratar terceiros.

O quarto tipo de operadora é a autogestão. Nesta modalidade, ela oferece planos a um grupo fechado de pessoas que pertencem à mesma empresa ou grupos de empresas ou possuírem algum vínculo com uma empresa operadora de planos.

A autogestão se subdivide em: sem mantenedor (isto é, entidade responsável por estabelecer as garantias financeiras); com mantenedor (uma pessoa jurídica estabelece as garantias financeiras e débitos que possam surgir); e por RH (planos oferecidos pela empresa como um benefício).

A filantropia é o último tipo de operadora que você precisa conhecer. Ela é uma entidade sem fins lucrativos que opera planos de saúde. Santas casas de misericórdia, hospitais de congregações e associações são exemplos dessas entidades que organizam e mantêm serviços de saúde filantrópicos.

É muito importante que você saiba cada vez mais sobre Saúde Suplementar, pois o conhecimento te ajuda a escolher o que é melhor para a sua saúde e a evitar dúvidas futuras.

Compartilhar

Vídeos

Reajuste no Plano de Saúde | Ligados no Plano Epi. 3 – Websérie

A Escolha do Plano de Saúde | Ligados no Plano Epi. 1 – Websérie

A Prótese e o Plano de Saúde | Ligados no Plano Epi. 4 – Websérie

Notícias / Artigos

Telemedicina: entenda a regulamentação do atendimento médico pela Internet

15 de fevereiro de 2019

Em 13 de dezembro de 2018, o Conselho Federal de Medicina – CFM, órgão oficial que regula a atividade dos

+ Saiba mais

Cidadania em ação: saiba mais sobre a RESOLUÇÃO 439 de 2018 da ANS

5 de fevereiro de 2019

Entenda a norma administrativa que modifica o processo de atualização periódica do rol de procedimentos e eventos em saúde suplementar.

+ Saiba mais

Como Entender o Aumento das Mensalidades de Planos de Saúde | Versão 3

29 de janeiro de 2019

Nós, representantes das operadoras, reconhecemos as dificuldades dos brasileiros para contratar e manter planos de saúde. A questão é: O que

+ Saiba mais