Novidades do setor » Notícias

Dicas para se prevenir da Gripe e Febre Amarela

Pessoa recebendo vacina contra a gripe e febre amarela

O Ministério da Saúde iniciou, no mês de abril, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, com a expectativa de vacinar mais de 54 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários e evitar a gripe e febre amarela.

E desde o inicio do ano, o governo também está promovendo uma vacinação contra a febre amarela, dirigida, principalmente, à população dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Minas Gerais, onde houve registro de casos da doença.

Se você tem dúvidas se pode tomar as duas vacinas; se faz parte dos grupos prioritários; e sobre os efeitos colaterais, veja as orientações abaixo.

Vacinas da gripe e febre amarela podem ser tomadas no mesmo dia?

As vacinas da febre amarela e da gripe podem ser tomadas no mesmo momento. Como o vírus da vacina da gripe é inativado, não há interferência nas reações adversas ou efeitos colaterais. A recomendação é a de que as vacinas sejam aplicadas uma em cada lado do corpo.

Quem deve vacinar?

GRIPE:

  • Idosos
  • Crianças de 6 meses a 5 anos de idade
  • Profissionais de saúde
  • Professores das redes pública e privada
  • Povos indígenas
  • Gestantes e puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto);
  • Pessoas privadas de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas — e os funcionários do sistema prisional.
  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis (pessoas com deficiências específicas)

FEBRE AMARELA:

Em todas as áreas recomendadas, pessoas com idades de 9 meses a 60 anos devem receber a imunização.

Todos os estados brasileiros têm indicação para a vacina. Alguns deles, como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas e Pará, estão completamente dentro da zona de recomendação. Outros, como Bahia, São Paulo e Paraná, têm somente parte de seu território dentro dessa zona. Além disso, devido ao atual surto, algumas áreas do Espírito Santo estão com recomendação temporária para a vacina.

Quais são os efeitos colaterais das vacinas?

Gripe: após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor no local da injeção, eritema e enrijecimento. São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos costumam passar em 48 horas.

Febre Amarela: aparecerem 5 a 10 dias depois da vacinação em cerca de 5% das pessoas (febre, dor de cabeça e dor muscular, sendo infrequente a ocorrência de reações no local de aplicação). Reações de hipersensibilidade são muito raras e geralmente atribuídas às proteínas do ovo contidas na  vacina. A ocorrência de encefalite é raríssima, tendo a maioria dos casos ocorridos em crianças vacinadas com menos de seis meses de idade.

Quais são as contraindicações das vacinas?

Ambas: pessoas com alergia comprovada e importante ao ovo não devem receber a vacina. Quem está com imunodepressão, natural ou medicamentosa, deve receber orientações específicas do próprio médico.

Febre amarela

  • Crianças com 4 meses ou menos de idade (contraindicação absoluta).
  • Gestantes
  • Alérgicos a ovos, eritromicina, gelatina.
  • Reação alérgica a dose prévia da vacina.
  • Idosos acima de 65 anos (necessita de orientação médica para vacinar).

Quanto tempo para adquirir a imunidade após a vacinação?

Gripe: 10 a 15 dias após.

Febre amarela: 10 dias após.

Compartilhar

Vídeos

Absenteísmo

Ligados no Plano: Teaser

Saúde Sem Complicação

Notícias / Artigos

Você já ouviu falar em Mutualismo?

9 de julho de 2019

Quem utiliza planos de saúde precisa saber o que é Mutualismo e sua importância na sustentabilidade da Saúde Suplementar!

+ Saiba mais

O QUE SÃO AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E PORTA DE ENTRADA DAS OPERADORAS DE SAÚDE?

26 de junho de 2019

Confira o destaque da semana e informe-se sobre a razão da existência dessas práticas!

+ Saiba mais

Judicialização da saúde: causas, consequências e soluções

17 de junho de 2019

Segundo o Ministério da Saúde, gastos com demandas judiciais somaram mais de R$5 bilhões, em um período de oito anos.

+ Saiba mais