MANUAL DO IDOSO

A terceira idade traz muitos acontecimentos e transformações. Mudam os hábitos, a condição física e outros aspectos da rotina de uma pessoa. Os filhos, em muitos casos, deixam a casa dos pais. Vêm netos, bisnetos e tantas outras transformações. Mas não é só isso. Atualmente, os idosos estão cada vez mais ativos, dinâmicos e bem informados. Se antes se preocupavam com o prolongamento a vida, hoje essas pessoas querem viver com qualidade e bem-estar. Nesse contexto, o plano de saúde é um grande aliado, pois essa etapa da vida pode exigir cuidados extras e acompanhamento médico mais frequente.

A seguir, apresentamos algumas dicas para o melhor aproveitamento do plano de saúde:

  • Aposte na medicina preventiva, planeje suas consultas e exames e aproveite mais os encontros com seu médico. Não confie apenas na memória, por melhor que ela seja. Não importa a idade, é sempre recomendável anotar as dúvidas antes da consulta com clínico geral ou especialista. Consultas e exames periódicos bem conduzidos levam ao diagnóstico mais rapidamente, o que pode tornar os tratamentos menos invasivos ou custosos.

 

  • O tempo é uma das coisas mais preciosas na vida. Todos os dias, decidimos o que fazer com os momentos que nos são dados e com quem vamos compartilhá-los. Planeje-se para ter saúde, tranquilidade e aproveitar as boas surpresas que cada minuto lhe reserva.

 

  • Como a locomoção pode ser difícil em algumas situações, é importante checar se o plano cobre hospitais próximos à sua casa. A comodidade de ser atendido sem grandes deslocamentos deve ser levada em consideração na hora de agendar uma consulta médica.

 

  • Quase todas as especialidades médicas são cobertas pelos planos de saúde. O atendimento com outros profissionais de saúde pode ter um número limitado de consultas ou sessões. É importante ter conhecimento disso para planejar adequadamente o seu tratamento de saúde. Certifique-se dessas condições consultando o seu contrato ou sua operadora de plano de saúde.

 

  • Fique atento a aumentos no valor da mensalidade do seu plano, pois eles decorrem, também, da alteração da faixa de idade. Este aumento é justificado em razão do perfil de uso dos serviços de saúde, estimado com base em experiências estatísticas.

 

  • Os percentuais devem estar expressos no contrato de acordo com as faixas etárias, bem como a última faixa em que pode ser aplicado o reajuste. Idosos não estão sujeitos a estes aumentos e arcam, apenas, com o reajuste anual.

 

 

Compartilhar

Conteúdo relacionado

Idoso se sente bem em meio a outros adultos pacto intergeracional

Pacto Intergeracional ou solidariedade entre gerações

Idosos saudáveis: população idosa cresce frente a 2012

População idosa cresceu e chega a 29,6 milhões

mutualismo, pacto intergeracional e estatísticas da saúde

Reajuste por faixas etárias e pacto intergeracional

Vídeos

Prevenção

Reajuste no Plano de Saúde | Ligados no Plano Epi. 3 – Websérie

Pacto Intergeracional

Notícias / Artigos

Judicialização da saúde: causas, consequências e soluções

17 de junho de 2019

Segundo o Ministério da Saúde, gastos com demandas judiciais somaram mais de R$5 bilhões, em um período de oito anos.

+ Saiba mais

VOCÊ CONHECE O ROL DE PROCEDIMENTOS DA ANS?

10 de junho de 2019

Você conhece o Rol de Procedimentos da ANS? Acesse o artigo da semana e confira!

+ Saiba mais

Todos juntos para prevenir dengue, zika e chikungunya

5 de junho de 2019

Confira o artigo e saiba como se proteger!

+ Saiba mais